História da Cat Ana Reis

“Tem sido dias difíceis desde o diagnóstico, mas não perco a fé e oro pra Deus fazer a vontade dele, que é boa, perfeita e agradável…”

“Sou a Ana Reis mãe da princesa Rafaella e professora de Ed. Infantil, licenciada em pedagogia e recém formada em Neuropsicopedagogia, atualmente estudante de Ed. Física. Tenho uma vida ativa, nenhum fator de risco para desenvolver câncer, porém há 2 meses fui surpreendida por um câncer de mama agressivo, o Her2 positivo.

A notícia foi desesperadora, peguei o resultado na hora do meu almoço e sozinha, chorei horrores, me olhei no espelho e perguntei à minha própria imagem que refletia, cadê a mulher doente aqui que não vejo? Limpei as lágrimas e retornei ao trabalho, sorrindo e por trás daquele sorriso a alma dilacerada, sabe a frase: “Por trás de um sorriso pode haver um sofrimento sufocado?” Então…quando retornei pra casa pensei e agora o que fazer? Sentar e chorar? Como contar a minha família? Minha bebê tem apenas 3 anos, fazia planos para dar um irmão, que ela sempre pede, e agora? Levantei chorando mesmo e procurei ajuda, e desde então era uma notícia ruim atrás da outra, e eu falei com Deus “olhe Pai, o Senhor já me abençoou muito até aqui, o mar está agitado, mas sei que estás comigo no barco e não vou naufragar!”

Tem sido dias difíceis desde o diagnóstico, mas não perco a fé e oro pra Deus fazer a vontade dele, que é boa, perfeita e agradável… Desde então Deus, minha família e amigos tem sido a minha força, e durante esses dois meses tenho tido muitas tribulações, mas tenho encontrado anjos de luz na minha jornada. Fácil não é, porém não é impossível, a ciência evoluiu muito e sim, o câncer tem cura, metade da cura está no tratamento e a outra metade está aí dentro de vc. Tenha fé, se arme com seu melhor sorriso e vá a luta com todas as suas forças, assim como eu, nós pacientes oncológicos, não precisamos do câncer, ele que precisa de nós. Então seja uma soldada valente, se alimente bem e se sustente de pensamentos positivos e muita, muita fé em Deus, e Ele vai cuidando de tudo para nós, lembrem que Ele é Deus de milagres, independente da sua religião.

Eu particularmente, acho que deveria existir uma única religião o AMOR, que une as pessoas. As religiões estão cada vez mais afastando as pessoas, então meu conselho é AME mais, perdoe mais aos outros e a si mesma, a vida é só uma passagem, precisamos evoluir enquanto seres humanos… Não deixe a doença fazer de vc uma pessoa amarga e sem vontade de viver, pq ainda tem vida aí, ainda tem sonhos, ainda há esperança e ainda há amor, nenhuma tempestade dura para sempre ❤️ Viva o hoje e viva cada segundo com aquilo que realmente te faz bem, estou fazendo tudo isso e não é um câncer que vai limitar minha vida, pq eu amo viver! Um abraço de luz e amor. Ana Reis ❤️ na luta contra o câncer”.