PROJETO P.INK – Tatuagens que representam a vitória

Vocês conhecem o projeto P.Ink (Personal Ink)? Ele foi fundado no início de 2013 por Noel Franus, que acompanhou de perto o que a cunhada passou com o câncer de mama, então resolveu fazer algo para tentar ajudar ela e outras que passam pelo processo da mastectomia, a extração cirúrgica da mama ou parte dela. Ele criou o P.INK (Personal Ink), uma plataforma que reúne tatuadores (alguns famosos de Miami e outras regiões) para oferecer tatuagens nos seios a mulheres que sobreviveram ao câncer.

A mastectomia é muito marcante por abalar emocionalmente muitas mulheres. Entende-se que 56% dos pacientes norte americanos que se submetem ao tratamento ficam com cicatrizes ou sem os mamilos. Algumas mulheres realizam a reconstrução da mama, mas que não inclui a reconstrução do mamilo. E a gente sabe que não são processos super simples, são processos cirúrgicos e caros. Além disse, quem faz essas operações esperam por bons resultados, então tem que saber direitinho quem é o médico e tudo o mais.

E então muitas pacientes começaram a recorrer para as tatuagens realistas para desenhar os mamilos. Mas a cunhada de Noel, Molly, foi além de desenhar o mamilo: ela realmente fez um desenho no peito. Inovou e marcou a pele lindamente! E aí começou o projeto de Noel. Primeiro era um simples painel de referências no Pinterest com imagens de tatuagens no peito, mas depois começaram a pedir colaborações: desenhos, experiências, relatos de superação. Agora consiste em uma página com contatos de tatuadores, desenhos, informações sobre tatuagem, sobre mastectomia e pós cirurgia.

O objetivo é reunir pacientes e tatuadores, valorizando a arte em forma de história de superação. É a marca de sua vitória registrada no peito.

Em outubro de 2013 foi realizado o primeiro P.INK Day, nos Estados Unidos. No estúdio de tatuagem 10 tatuadores marcaram a pele de 10 cats!

Você pode ajudar nesse projeto com doações ou até mesmo desenhos de tatuagens. Conheça mais na página do Facebook do projeto P.INK ou pelo site.

Ah, confira o vídeo da Molly fazendo sua tatuagem: