AMAPAENSE TORNA-SE CUIDADORA DE ANIMAIS ENQUANTO TRATAVA CÂNCER

Geiza Albuquerque é amapaense, tem 27 anos e foi diagnosticada com câncer no colo do útero. Foi em 2012 que descobriu a doença -já em grau avançado -, na época trabalhava como promotora de vendas. Começou o tratamento pago pela empresa, mas seis meses depois foi demitida. A partir de então, foi atrás de realizar seu tratamento pelo SUS.

Como já sabemos, exames são caros! Ela, que é mãe de um menino de 7 anos, precisava ter alguma renda. Foi então que começou a trabalhar em casa, enquanto estava em tratamento. Em julho de 2014 tornou-se cuidadora de animais. “Cuidar deles me ajuda a enfrentar os problemas”, falou. Geiza também é voluntária na Associação Amigos dos Animais de Rua (Amar).

Seu amor pelos animais então foi usado como um emprego. E não é que deu certo?

(Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

“Não sei se estou curada. Os exames são caros e eu não tenho condições de pagar. Não consegui mais arrumar emprego em nenhum lugar”, disse.

Ela passou a cuidar dos gatos e cachorros da advogada Suelen Penafort, de quem é amiga há 3 anos. Atualmente, a advogada tem cerca de 70 gatos e 4 cães. O número de animais oscila bastante no local, já que todos recebem cuidados e são colocados para adoção.

“A Suelen sempre me acompanha e me ajuda de forma inexplicável. Sem cabeça para sofrer com a doença, me agarro aos bichinhos para cuidar e oferecer carinho. Tenho esse amor pelos animais desde criança”, contou Geiza, que diz que tinha em casa 26 gatos e 10 cachorros quando descobriu o câncer. A maioria foi doada, segundo diz.

Trabalho e amor

A Geiza faz o serviço sempre com muita dedicação. E olha que não é fácil! Primeiro solta os gatos, dá o café da manhã para os bichanos enquanto o gatil é limpo e mais tarde eles são soltos para brincadeiras.

“Desde o problema de saúde não voltei a trabalhar. Eu ajudo ela [Suelen] e ela me ajuda. Cuido dos ‘meninos’ [os gatos e cães] para ela. Hoje em dia sou cuidadora de animais”, definiu.

A amapaense diz que não consegue explicar esse amor tão imenso pelos animais. “É algo incrível”. Apesar da doença, Geiza garante que não vai desistir de continuar o trabalho que faz, de salvar e cuidar dos animais.

“Eu não desisto deles assim como creio que Deus nunca desiste de mim. E tenho certeza que um dia vou conseguir fazer meus exames e o resultado vai dar positivo e eu estarei curada”, acredita.

Fonte: G1