TRÊS FILMES PARA QUEM GOSTA DE MODA

Se tem um assunto que é unanimidade entre as mulheres, este assunto é moda.
Outro tema que mexe com as pessoas é cinema. Quem não curte um bom filme, com direito a pipoca?
Juntamos estas duas paixões e fizemos uma lista de filmes que valem a pena assistir, seja pelos atores, pelo figurino, história.
Escolha o seu! E bom divertimento!

1 – O Diabo Veste Prada:

Com estilo interiorano e inocente, Andy Sachs (Anne Hathaway) parece ter caído de paraquedas na cosmopolita e intensa Nova York. Recém-formada na faculdade de jornalismo, ela se muda para a Big Apple ao lado do namorado Nate e sai em busca de um emprego. Finalmente consegue uma entrevista na badalada revista de moda Runway Magazine, comandada pela impetuosa e obcecada editora Miranda Priestly (Meryl Streep) considerada a Dama de Ferro da moda mundial, ao lado de Ellen. Mesmo sem nunca ter ouvido falar da revista ou da famosa editora, ela consegue o emprego, em razão de seu “excelente currículo e de seu discurso sobre a ética de trabalho” como afirmado pela própria Miranda Priestly. Seu estilo, entretanto, é motivo de piada entre os novos colegas de trabalho. Determinada a seguir em frente com o desafio, Andy muda seu visual e se torna uma workaholic nas mãos de sua abominável chefe. Ao mesmo tempo, começa a perceber o quanto está deixando de lado as coisas simples da vida, e se tornando uma “Clacker”, apelido que a própria Andy dá à suas colegas de trabalho que cultuam a beleza e a forma física.
O Diabo Veste Prada é baseado no best-seller da norte-americana Lauren Weisberger e traz na trilha sonora canções de KT Tunstall (Música de abertura), U2, Madonna e Moby. No elenco, a veterana Meryl Streep, que foi muito elogiada pela interpretação da megeraMiranda, e Anne Hathaway, de Havoc.

2 – Prêt-à-Porter:

 A história se desenrola a partir de pequenos casos e personagens que se interligam ou não durante o filme, como o casal de amantes ansiosos e atrapalhados vividos por Marcello Mastroianni e Sophia Loren, a jornalista deslumbrada de Kim Basinger ou a trinca de editoras de moda (Linda Hunt, Sally Kellerman, Tracey Ullman) que se digladiam e se humilham para conseguir os serviços exclusivos para suas respectivas revistas de um super fotógrafo, vivido por Stephen Rea, tendo como pano de fundo a própria estação de desfiles de alta costura em Paris.

3 – Bonequinha de Luxo:

Adaptado da obra de Truman Capote, o filme “Breakfast at Tiffany’s” narra a história de Holly Golightly,( Audrey Hepburn) uma acompanhante de luxo que sonha em casar com um homem rico e tornar-se atriz em Hollywood, motivo pelo qual se mudou para a cidade de Nova Iorque. Golightly casou aos 14 anos e fugiu de casa na tentativa de esquecer seu passado pobre e miserável, além alcançar seu grande sonho: ser uma famosa atriz. Ao mudar-se para Nova Iorque, Holly passa a ser ajudada financeiramente por Sally Tomato, um mafioso que está preso em Sing-Sing – local de encontro dos dois todas as quintas-feiras. Holly tem um irmão chamado Fred, talvez seja a pessoa mais querida por ela, uma vez que em todas as histórias de seu passado ele é sempre citado. Golightly se envolve com o escritor Paul e passa a chamá-lo de Fred, por considerar ele um amigo. É uma singela amizade entre dois vizinhos, porque ao escritor não interessa tudo aquilo que interessa a todos os outros homens que andam em redor de Holly, uma verdadeira boneca que não deixa indiferente aqueles com quem se cruza. Por isso mesmo, pelo desinteresse carnal que ele manifesta, Holly confia-lhe a sua amizade.