QUIMIOTERAPIA NÃO É UM BICHO DE SETE CABEÇAS!

O que é quimioterapia?

É um tipo de tratamento com medicamentos que atuam dentro das células, interferindo em seu processo de divisão e crescimento. A quimioterapia pode alcançar e destruir não só as células cancerosas, mas também aquelas que eventualmente tenham caído na circulação e migrado para outros tecidos ou órgãos.

Como pode ser administrada?

Via oral – são remédios em forma de comprimidos, cápsulas ou líquido que podem ser tomados em casa.

Via intravenosa – a medicação é feita na veia por injeções ou dentro do soro. Poderá ser necessário colocar um cateter no caso das veias serem muito frágeis ou as sessões muito frequentes.

Via intramuscular – a medicação é aplicada por meio de injeção no músculo.

Via tópica – a medicação é aplicada na pele, na forma líquida ou de pomada.

Via subcutânea – a medicação é aplicada por injeção no subcutâneo (tecido gorduroso acima do músculo).

Via intratecal – aplicação no líquido da espinha (liquor). Esse é o menos utilizado.

A quimioterapia causa dor?

Alguns medicamentos podem causar uma sensação de desconforto, como ardência, queimação, coceiras e placas avermelhadas na pele, mas, geralmente, a única sensação é a da picada na veia. Caso sina alguma alteração durante a quimioterapia, comunique imediatamente a equipe de enfermagem.

Como os quimioterápicos são eliminados do corpo?

Após fazer o efeito desejado pelo corpo, a medicação é, em geral, eliminada na urina, mas também pode ser eliminada por outras vias, como gastrointestinal.

Qual a duração do tratamento?

O tempo de tratamento é variável e será definido pelo médico responsável com base no tipo de doença e suas condições clínicas. AS aplicações podem ser diárias, semanais, quinzenais ou mensais, com intervalos preestabelecidos pelo médico.

Posso tomar outros remédios?

Caso precise tomar outros medicamentos, comunique o médico responsável pelo tratamento.

Posso tomar bebidas alcoólicas?

Não é proibido tomar bebida alcoólica, a não ser que tenha alguma contraindicação médica, porém, é aconselhável parar ou diminuir o seu consumo durante todo o tratamento.

Quais os efeitos indesejados que posso apresentar?

Os quimioterápicos não atingem somente as células doentes, mas também as células sadias, e devido a isso, podem surgir efeitos colaterais que variam de acordo com o tipo de medicação.

QUIMIOTERAPIA VERMELHA x QUIMIOTERAPIA BRANCA

A diferença da quimioterapia vermelha e branca é o tipo de medicamento usado. A quimioterapia vermelha usa medicamentos da classe antraciclinas (os principais: Doxorrubicina e Epirrubicina). Mas nomes difíceis a parte, que pra mim não faz tanto sentido, o que você precisa saber é que essa é a quimioterapia com os efeitos colaterais mais temidos, como a queda de cabelo. Na minha primeira quimio vermelha, eu fiquei super bem. As outras foram um pouco mais complicadas porque sou asmática e me dava falta de ar. Durante essas sessões eu pensava como contornar os efeitos colaterais e o que eu faria para me sentir bonita. Uma dica valiosíssima é que você deve beber muita água, porque o remédio entra mas sai né? O que eu mais senti foi enjoos e aftas.

A quimioterapia branca usa outros medicamentos, como os  taxanos e a ciclofosfamida. Tem efeitos colaterais também, mas um pouco mais “tranquilos”. O que eu mais senti mesmo foi sono. Tomava alguns remédios antes que me deixavam super aceleradas, mas depois da sessão de quimio eu ficava molinha, molinha.

Veja meus relatos em minha Novelinha QeB.

Se você estiver disposta, pode sair durante o tratamento. Sem essa que quem está fazendo quimios não pode levar uma vida normal. Mas claro, que você deve prestar atenção e se cuidar a todo tempo e lembrar que tudo tem limite. Eu não deixei de jantar com as amigas, por exemplo. Você também não deve deixar esses momentos de lado! Passar por quimioterapia e sentir todos os efeitos pode ser complicado, mas não é o fim do mundo!

Fonte: nomes difíceis de remédio aqui, explicação do que é quimioterapia da revista Bem Estar – Segunda edição (do Hospital Bandeirantes).