O que é metástase por Dr. Felipe Ades

?
?

Bom dia Cats, o texto novo do nosso diretor científico Dr. Felipe Ades esclarecendo para nós o que é metástase e como ela funciona!! Confiram!! 

Metástase é uma palavra de origem grega que significa “próximo local”. As metástases ocorrem porque células do câncer se desprendem do seu lugar de origem, migrando para locais distantes do corpo, onde voltam a crescer formando novos tumores. A capacidade de gerar metástases é uma das características que definem o câncer.

As células cancerígenas são capazes de liberar substâncias ao seu redor que quebram as ligações normais que existem entre as células saudáveis. Ao quebrar essas espécies de âncoras biológicas, as células cancerígenas podem “caminhar” e alcançar os vasos sanguíneos ou linfáticos (por onde caminham parte das células de defesa). Este processo é conhecido tecnicamente como transição epitélio-mesenquimal.

Câncer e metástase. A figura representa uma célula cancerígena saindo do seu lugar de origem, entrando em um vaso sanguíneo e saindo em outro local, para formar a metástases

Ao chegar nos vasos sanguíneos e linfáticos as células cancerígenas fazem pequenos furos entre as células que formam os vasos. Posteriormente elas podem entrar na corrente sanguínea ou linfática e a partir daí alcançar locais distantes do corpo.

Ao circular pelo sangue eventualmente esta célula pode entupir um vaso sanguíneo menor, ou pode se ligar à parede de um vaso sanguíneo longe do local de onde ela entrou. Em seguida a célula cancerígena sai do vaso sanguíneo e volta a crescer formando um novo tumor, que chamamos de metástase.

É importante notar que as células da metástase continuam sendo células com as características do seu local de origem. Por exemplo, um câncer de intestino pode crescer invadindo os vasos sanguíneos, e causando metástases à distância no fígado. Estas metástases são compostas por células do câncer de intestino e continuam tendo o mesmo comportamento. Esta pessoa deve ser tratada com medicamentos contra o câncer de intestino.

Um outro exemplo: O câncer de mama pode causar metástases ósseas, nestas situações é comum haver confusão e se achar que tem duas doenças: um câncer na mama e outro câncer no osso. Na realidade se trata da mesma doença, um câncer de mama que causou metástases para os ossos. Estas metástases continuam sendo câncer de mama, mas crescendo a distância do seu lugar de origem.