Cat Samira Andrade Valente

Cats, a Cat Samira compartilhou o seu depoimento para inspirar outras mulheres e mostrar como é importante acreditar e ter fé ao longo de todo o tratamento.💖Confira:

“Me chamo Samira Andrade Valente, tenho 40 anos, em julho de 2018 descobri um nódulo na mama direita, (obs: parei de tomar o anticoncepcional para engravidar e achei o nódulo), e fui diagnosticada com câncer de mama após realização de exames. Tenho a mutação do BRCA1 positiva.

Fiz 4 sessões de quimioterapia vermelha, 12 sessões de quimioterapia branca e 26 sessões de radioterapia. Após o término do tratamento passei por uma mastectomia bilateral, sendo que a esquerda eu fiz por prevenção. A cirurgia foi realizada em abril de 2019, minha recuperação foi tranquila, mas a mama esquerda, da prevenção, começou a doer muito. Na terceira semana, a cirurgia rompeu, saindo muita secreção. Realizei 5 cirurgias seguidas para descobrir o que estava acontecendo, até que eu perdi o expansor e fui fazer um tratamento com um infectologista, tomando uma dosagem alta de antibióticos por 8 meses.  

No dia 29 de novembro fui à Basílica de Nossa Senhora de Aparecida agradecer pela cura do câncer e pedir para me dar forças para aguentar a dor e me mostrar o que estava acontecendo comigo. No dia 01 de dezembro, quando fui fazer a higienização da fissura aberta, notei que tinha algo parecido com uma compressa usada em bloco cirúrgico. No dia seguinte fui ao meu mastologista e não deu outra, esqueceram mesmo uma compressa de bloco cirúrgico. 

Após ter passado por tudo isso, procurei um ginecologista para saber as minhas chances de engravidar. 

Tive várias respostas negativas: “você não pode engravidar pois não tem idade, seus óvulos são velhos”; “o tratamento infelizmente te impossibilitou de gerar um feto”…. Eu poderia fazer inseminação, mas é muito caro e não tinha condições. Já tinha desistido, até que procurei o ginecologista para a retirada dos ovários e trompas. Na consulta ele perguntou se eu já tinha filhos e respondi que não, então falou “vamos tentar”? Respondi “claro que sim”. Voltei para casa feliz da vida. 

Em junho de 2020, realizando exames de rotina para meu oncologista, a médica do ultrassom que me acompanhou desde o diagnóstico do câncer de mama me disse: “Samira, você está com uma alteração no endométrio. Ou você está grávida ou irá menstruar. Se você não menstruar volte aqui semana que vem para ver se está grávida. 

Voltei lá umas 3 segundas-feiras seguidas e notou-se um corpo lúteo, mas ainda não tinha embrião, até que no dia 16 de julho fiz o exame Beta HCG Quantitativo. Resultado: 28,9 mUI/mL. Eu estava Grávida. Uhuuuu!!! 

Minha Gravidez foi super tranquila.  

Em 1 de abril de 2021, nasceu o meu pequeno Gabriel com 3.800Kg e medindo 51cm. Depois do seu nascimento conheci o mundo mágico de ser mãe, estou amando. 

Sem expectativa nenhuma, no dia 06 de abril, a mama que eu perdi o expansor começou a sair leite e meu Gabrielzinho está mamando. 

Desde o início do tratamento tive muita FÉ e durante todo tempo AGRADECIA a Deus para dar tudo certo.  

Então Cats nunca percam as suas esperanças.”

Gostaram desse depoimento? Se quiser compartilhar o seu, encaminhe junto com uma foto para o email [email protected] Nossas histórias nos uni na luta contra o câncer.🎀