CATS LOVE

Cats, precisamos da ajuda de vocês!

Estamos finalizando a nossa Campanha – CATS LOVE e, com muita dificuldade, selecionamos três histórias de amor de Cats e seus companheiros para receberem a premiação.

Chegaram 26 histórias incríveis, emocionantes e que nos tocaram bastante. Todas são merecedoras do carinho e amor que receberam de seus companheiros e aceitem o nosso beijo e um abraço apertado também.

Encaminharemos a todas um lindo mimo preparado com muito carinho pela nossa equipe IQeB.

Mas, são vocês que vão escolher a ordem das finalistas, 1º, 2º e 3º lugares.

No link abaixo vocês podem ler as histórias, comentar e deixar o seu voto. (Facebook e IG)

As histórias classificadas, por ordem de recebimento do formulário, são das Cats: Jordana, Andréia e Lis. Votação até dia 29/06.

Jordana Marques

“No dia dos namorados em 2011, eu e o Rafael fomos a uma balada que tinha como título “noite dos solteiros”. Lá fomos apresentados por amigos em comum, ele não lembrava de mim, mas eu lembrava daquele lindo alemão dançarino de invernada (grupo de danças tradicionalistas Gaúchas).

No outro dia, já nos seguimos nas redes sociais e a partir daí, semanalmente, combinávamos de ir juntos nas festas, shows, baladas. Rolava um clima, mas não admitíamos, talvez por medo de estragar aquela amizade legal de festas.

Seis meses se passaram e não conseguimos mais conter o que sentíamos. No dia 07/01/2012 tivemos nosso primeiro beijo. Foi lindo e mágico. Nos entregamos inteiramente ao amor reprimido por meses. Logo ele veio morar comigo, um tempo depois adotamos uma filha canina, a Dara, e, em 2016, resolvemos aumentar a família e foi então que a Rafa nasceu, em 2017, para completar o nosso lar.

Viajamos muito, conhecemos vários lugares que sonhávamos desde a infância, realizamos sonhos juntos, formaturas, compra de carro, compra da casa, ganhamos afilhados, sobrinhos e, nosso amor que nasceu de uma amizade, cresceu e prosperou. Tínhamos um casamento dito como perfeito.

Foi então que, em novembro de 2020, em um exame de rotina, eu descobri um nódulo na mama esquerda. Ele foi a primeira pessoa para quem liguei e contei brincando que teríamos mais um filho….Sim, fiquei em choque com aquela imagem na tela da eco mamária, mas levei na brincadeira para não assustá-lo.

No mesmo dia, já falei com a minha médica assistente que solicitou mais exames e, em menos de um mês, estávamos lá. Eu e ele no consultório da oncologista com o diagnóstico pronto: câncer de mama.

Iniciei as quimios no dia 29/12, com ele lá ao meu lado e, desde então, sempre que é possível ele me acompanha em todos os exames, procedimentos, consultas, quimios….

Sou muito agradecida de ter ele ao meu lado nós últimos 10 anos, mas muito mais por ter ele nos último seis meses mais difíceis da minha vida, porque ele é a minha base de apoio, meu ombro para chorar, meu companheiro nas horas boas e também difíceis. Amo sem limites e nunca serei capaz de retribuir o cuidado que tem comigo ❤️”

Andréia Rocha

“Em 2001 conheci uma rapaz e eu nem fazia ideia de que ele dividiria comigo tantos momentos da minha vida. Eu e o Ronaldo nos conhecemos em um barzinho – fomos apresentados por amigos kkk – e começamos a namorar. Ele foi o meu primeiro namorado 🥰 ficamos noivos e a vontade de estar sempre juntos nos levou ao casamento 🙏🏾

Depois de 3 anos de casados, engravidamos de uma princesa linda, que hoje tem 12 anos, a nossa menina meiga Nicolly🎀 Ali se realizava o nosso sonho de sermos Pais♥️ Mas, cinco anos depois da Nicolly, viria um anjo que salvaria a minha vida. Engravidei novamente e, desta vez era um menino.

Foi uma alegria muito grande tanto da minha parte quanto da parte do Ronaldo. Estávamos muito felizes até quando chegou o dia do pré natal e teve um momento em que a médica, realizando um alto exame, apalpou um nódulo na minha mama esquerda e, ao investigar, descobrimos que era um câncer.

Sim, eu estava com Câncer e grávida😢 Foi um balde de água fria. O mundo desabou sobre as nossas cabeças. Ficamos desesperados, perdidos, tivemos que encontrar forças um no outro e foi aí que o modo Amor foi ativado mais uma vez ♥️ o meu Amigo, parceiro e Marido esteve ao meu Lado e nós enfrentamos juntos as 10 quimioterapias grávida😢

Todas as incertezas, dores e a nossa vitória juntos, nunca largamos as mãos até o nascimento do nosso amor o Pyetro 💙que veio lindo e esbanjando saúde, e nós estamos caminhando juntos com a graça de Deus até hoje

São 23 anos juntos sendo 16 anos casados e com a certeza de que o Amor venceu! E eu não canso de dizer o quanto eu Amo ele♥️”

Lis Almeida

“Me chamo Lis Almeida, tenho 42 anos, conheci o Edu, de 55 anos, em 2017. Depois de um relacionamento abusivo, eu não queria me envolver pois estava muito machucada por dentro e traumatizada. Mas acabamos nos conhecendo pelas redes sociais de uma amiga em comum e viramos amigos.
Até que nos encontramos e foi muito tranquilo, ele se apaixonou de primeira e eu relutei por alguns meses, até que me apaixonei pela vida dele. E assim nos tornamos namorados e não nos largamos mais.

Em 2018, ficamos noivos e estamos até hoje noivos. Em 2020, no final de julho, descobri o CA de Mama e pedi para que ele me deixasse pois não queria que ele sofresse, e ele me perguntou se fosse ao contrário se eu o deixaria. Claro que disse que não!! E ele pediu para eu não falar mais besteiras que nós seguiríamos juntos nessa caminhada árdua.

Desde consultas a exames, ele jamais deixou de segurar minha mão. Em janeiro de 2021 foi a minha cirurgia e lá estava o Edu me acompanhando e me internando super preocupado e querendo que tudo aquilo acabasse logo. Internei na terça a tarde do dia 19 e no dia 20 foi realizada a minha cirurgia. Às 14:30 o Edu já estava no meu quarto me aguardando descer do centro cirúrgico. Foi um alívio tão grande ouvir a voz dele, aquilo me fez sentir muito protegida e amada.

Tive alta no dia 21 e lá estava o Edu me buscando para cuidar de mim. Fui para casa de dreno, pois retirei 10 linfonodos da axila e foi o Edu quem cuidou de todo o processo porque eu não tinha coragem de olhar🤭

Essa caminhada não é fácil, mas ele está a todo momento ao meu lado, me apoiando, me dando forças e ânimo para eu não desistir, pois já pensei em desistir algumas vezes, mas ele sempre pegando minha mão e me surpreendendo.

Quando faço quimio, ele não pode entrar no hospital devido ao covid, então ele fica lá fora na grade me olhando na sala de espera. Ele não sai enquanto não entro para a quimio.

A prova mais linda de amor é essa, pois não vemos muitos homens acompanhando suas namoradas, noivas ou esposas, e ele me surpreende a cada dia com o amor dele por mim!!

Sou grata a Deus por ter colocado ele na minha vida, pois Deus sabe exatamente a hora e o momento certo de cada coisa, e o Edu chegou no momento certo!!!”