PACIENTE ONCOLÓGICO PODE VIAJAR?

Festas de final de ano, férias de verão… E aí, o paciente oncológico pode viajar?

Pode sim, e deve, desde que seja um destino tranquilo, que não seja estressante. Mas é necessário tomar algumas medidas de segurança.
O primeiro e fundamental passo é que o médico saiba e esteja de acordo com a decisão do paciente em viajar, pois ele é quem irá passar todas as recomendações de como deverão ser os próximos dias.

É importante que o paciente não viaje sozinho e se certifique que o local de destino possua uma boa estrutura caso seja necessário algum atendimento.
Se a viagem for de avião e longa, lembre-se de levantar da poltrona a cada uma hora para estimular a circulação.

Febre é questão de urgência. Se o paciente apresentar febre igual ou superior a 37,8º C (medida embaixo das axilas) e estiver em quimioterapia ou radioterapia, deve procurar imediatamente o serviço local de saúde ou entrar em contato com seu médico.

Pacientes em tratamento quimioterápico devem proteger-se do sol com o uso de filtro solar (fator maior ou igual a 30) e roupas e acessórios, que devem incluir chapéus ou lenços na cabeça. Os medicamentos podem manchar a pele e evitar esse efeito com o uso de bloqueadores solares é imprescindível.

Cuidar da alimentação faz parte da rotina a todo momento, mas em viagem a atenção deve aumentar. É importante que o paciente sempre consuma alimentos frescos e de procedência confiável, além de beber bastante líquido.

Outra dica é não esquecer de levar na viagem todos os medicamentos que estejam em uso. Não somente os do tratamento, mas também os sintomáticos, utilizados em caso de dor, febre e vômito, por exemplo.
Seguindo essas medidas de segurança a viagem tem tudo para ser um sucesso!

Fonte:(Vencer o Câncer)