Câncer X Covid-19

Pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer realizaram um estudo inédito que comprovou que o coronavírus tem uma capacidade maior de variação genética em pacientes com câncer. Ou seja, o vírus Sars-Cov-2 tem um maior potencial de mutação no organismo de pacientes com câncer, do que os infectados que não têm câncer.

O estudo foi realizado em 57 pacientes e 14 profissionais de saúde do instituto e traz a hipótese de que a baixa imunidade dos pacientes oncológicos tenha maior ligação com a variação do vírus.

A pesquisa ainda revelou que uma mesma paciente foi infectada por duas variantes do vírus, no primeiro contágio. Isso representa o primeiro caso de múltipla infecção pelas variantes do novo coronavírus relatado na literatura médica em pacientes com câncer.

O responsável pelos estudos, Marcelo Soares, explica que a múltipla infecção pode gerar formas recombinantes mais agressivas do vírus ou que não sejam reconhecidas pelas vacinas existentes. Dessa forma, é possível que muitos casos definidos como reinfecção sejam, na verdade, a reativação de uma variante viral pré-existente no indivíduo infectado.

O Estudo foi publicado nas revistas Virus Evolution, da Universidade de Oxford e na revista Infection Genetics and Evolution.

Confira mais informações na matéria da CNN

Portanto, ALERTA!!! Aumente seus cuidados e sua proteção contra o Covid-19!!