História da Cat Janaina Zorzetti

“enquanto amamentava meu filho, senti um nódulo”

“Me chamo Janaina, tenho 39 anos, casada e mãe do Gabriel de 1 ano e 2 meses. Fui diagnosticada com CA de mama em dezembro de 2021. Em outubro/21, enquanto amamentava meu filho, senti um nódulo estranho na mama esquerda, e resolvi investigar. À primeira vista, o médico pensou ser apenas um nódulo de uma glândula mamária, algo para não me preocupar. Entretanto, senti aquele nódulo aumentar muito rápido, e decidi buscar um mastologista, que no mesmo instante solicitou uma biópsia e o resultado foi o maior choque da minha vida: câncer de mama do tipo triplo negativo. Extremamente agressivo, que em dois meses já havia crescido 1,5 cm.

Neste momento o único pensamento era a sentença de morte, pois sem informações sobre o assunto, pensei que corria grande risco de não sobreviver a essa doença. Só conseguia pensar no meu filho, e no desejo de vê-lo crescer, de participar da sua vida, de cuidar e amar com toda minha alma. Após buscar informações e ajuda médica, descobri que o tratamento contra o CA de mama tem respostas muito positivas, e que não era o fim. Felizmente consegui iniciar o tratamento ainda em dezembro – com quimioterapia – 12 ciclos semanais e mais 4 ciclos a cada 21 dias. Fiz minha última quimio em 18 de maio, e no momento aguardo a cirurgia e radioterapia. 

Tive muito apoio da minha família e amigos, por meio de orações, mensagens e a presença do meu filho crescendo ao meu lado me fez forte para passar por tudo isso! Com muita fé em Deus, tenho certeza que logo estarei curada e livre dessa doença, que não é nada fácil de enfrentar. Foram dias difíceis, de muitos enjoos, cansaço, dores, queda de cabelo, altos e baixos, mas a certeza da cura, e de que tudo passa e tem um fim, me fez forte.

Aprendi muito também a valorizar a vida, cada momento, as pessoas, e deixar de lado preocupações que não levam a nada, pois se até uma doença grave tem solução, que outro problema pode ser maior do que esse? Jamais teria conseguido passar por tudo isso sem o amor de Deus por mim, o amor de minha família e amigos. Ainda tem muito pela frente, mas minha gratidão a Deus é imensa, por ter descoberto o câncer ainda em um estágio inicial onde o tratamento é mais eficiente e pela oportunidade de receber um tratamento capaz de combater esse mal, e por me dar mais uma chance de viver. A mensagem que mais gosto de passar a todas as mulheres é, conheçam seu corpo, se houver qualquer sinal de anormalidade, corram buscar informação, auxílio médico, mamografia. Previnam-se e não deixem a sua vida em segundo plano”.

Janaina Zorzetti – @janainazorzetti