QUIMIOTERAPIA , BELEZA E TERAPIA FLORAL

Somos o que pensamos, e por isso, construímos nossos amanhã através do que pensamos hoje.


Quando vivemos desmotivados, sem felicidade no que fazemos e como vivemos é o momento em que o corpo começa a gritar por ajuda, transformando angústias, medos, incertezas, ódio, tristeza, dentre outros sentimentos em doenças, é isso é um alerta do corpo pedindo reflexão sobre si mesmo e o que está fazendo, pedindo para olhar para dentro e ouvir a prórpia voz, a voz do coração.


O câncer é uma das doenças que podem surgir quando se precisa ouvir sua voz interior, quando existe mágoas profundas que precisam ser retiradas, quando existe ressentimentos e ódio corroendo o ser, quando a pessoa se torna muito rígida consigo e com os outros e com a própria vida, pela carência afetiva que pode vir da infância, dentre tantos sentimentos que precisam ser libertos e não aprisionados dentro de si, eles não ajudam a refletir e sim a se aprisionar, e ninguém quer viver em uma prisão, todos querem liberdade, liberdade para viver em paz, com objetivos e alegrias.


Nós, terapeutas holísticos e nesse caso em especial estamos citando, a terapia floral, observamos o ser humano com um todo, pesquisamos a causa e não a doença em si; procuramos entender o que levou a pessoa a acordar a doença em seu corpo, analisamos e cuidamos do emocional do cliente, ajudando-o a superar as emoções e personalidades que os impedem de se curar.


Os florais de Bach, foram criados por Edward Bach, médico britânico, nascido no dia 24 de setembro de 1886, em Moseley, Inglaterra; cresceu mostrando grande amor pela natureza e um interesse especial em aliviar o sofrimento humano. Reconhecido médico homeopata e patologista em saúde pública, completou sua obra com a descoberta dos “Florais de Bach”, em meados de 1930 em Mont Vernon na Inglaterra. Segundo ele, para se recuperar de uma doença, é preciso ter uma mente sã. Os Florais de Bach ajudam a restabelecer um equilíbrio das emoções negativas. Ele mesmo aos 31 anos, foi operado de um tumor maligno no baço, e informado que não viveria mais que três meses, porém, não se deixou abater, pois acreditava que quando termos um forte objetivo na vida nada poderá te desviar do caminho, e essa vontade e fé é aonde a cura começa a se manifestar.


No caso do câncer, os florais ajudam muito durante o processo de cura, é uma terapia complementar aos tratamentos médicos, que ajuda a eliminar os sentimentos de culpa, a ansiedade, o desespero, a insegurança? e trazendo a fé, a força, alegria, auto estima, perseverança, otimismo e mais sentimentos que auxiliam na cura.  Os florais também ajudam na precaução de doenças, pois devemos sempre cuidar do nosso emocional, que é o grande causador de doenças, os florais trazem equilíbrio para a vida, quantas vezes sofremos por coisas não ditas, não feitas e não resolvidas, por não tentar, por ter medo, insegurança, dentre tantas coisas que nos arrependemos e nos falta coragem os florais são grandes aliados e nos ajudam a despertar os melhores sentimentos e fortificam nossa personalidade com equilíbrio e sabedoria, simples assim, como já dizia Edward Bach:


A doença, embora aparentemente cruel, nos ajuda a aprender lições que precisamos saber. A doença não é punição. Ela tem finalidade de nos dar uma lição e nunca será erradicada até que a lição seja aprendida. Seu objetivo é trazer de volta o estado original de harmonia entre a personalidade e a alma. O fato de um indivíduo ainda ter vida, indica que há esperança.


Trate a pessoa, não a doença.?Os florais curam nossos medos, nossas ansiedades, nossas preocupações, nossas falhas e nossos erros, são estes que nós devemos detectar e não a doença, não importando qual seja, ela acabará.


Importante saber que os florais de Bach são utilizados de maneira preventiva e também quando já se apresentam sintomas. Não substituem tratamentos médicos, os quais jamais devem ser interrompidos, mas são excelentes coadjuvantes, complementando-os.