História de Cat: Mallú

Olá Cats, recebemos o relato da querida Mallú sobre o medo de encarar o tratamento. 

E pra vcs, como foi?
Conte pra nós: [email protected]

Em Outubro de 2013 fui internada com dores fortes e suspeitas graves de doença, fiz vários exames e então veio a notícia ruim dos resultados.
Fui diagnosticada com Linfoma de Hodgkin estágio 4.., meu Deus, meu mundo caiu, fiquei sem chão, congelada.
Além de estar com câncer o estágio era o mais avançado, tinha se espalhado pelo tecido do meu corpo, gânglios linfáticos, ossos e medula.
Não queria aceitar a doença, não era possível eu estar com câncer, queria fazer mais e mais exames. Não me convencia que eu estava doente, os médicos disseram que eu precisava começar logo o tratamento, e eu também não queria aceitar o tratamento.
Estava com medo,…demorei 4 meses para aceitar fazer a quimioterapia, meu maior medo era a tão temida “quimio” pois quando eu escutava os efeitos colaterais ficava assustada.

Entre outubro de 2013 até fevereiro de 2014, tentei vários métodos, tratamentos naturais, espirituais, etc…e de nada adiantava eu só piorava, ficava mais fraca, mais magra, não conseguia mais andar e nem respirar direito, muito sofrimento para minha família que fazia de tudo para eu me curar e estavam nesta luta comigo. Foi ai com a ajuda da minha família e também de amigos que minha Fé se fortaleceu e me senti tão forte que aceitei a me curar com o tratamento quimioterápico, busquei mais forças e coragem em Deus, pois era o que eu precisava.
Então voltei ao médico onde fiz os exames, me internaram na hora, drenei o pulmão, pois estava cheio de água por conta da doença, e comecei as sessões de quimioterapia. Dai em diante tudo foi melhorando, mas o meu cabelo caiu, passava mal, fiquei pálida, senti os efeitos colaterais esperados….só que eu estava com muita Fé em Deus e coragem. E a minha autoestima estava alta, não deixei me abalar por conta do cabelo, eu adorava usar os lenços coloridos e diferentes me achava estilosa, gostava de usar lenço com óculos escuros, pois sobrancelhas e cílios ficaram menos volumosos. Gostei também do meu cabelo curto, nunca tinha feito um corte curtinho, adorei o estilo. Como eu estava sentido que a quimioterapia estava me curando, mesmo com todos os efeitos colaterais, tudo ficou mais fácil, vou dizer que eu até lidava com bom humor nas situações mais chatas.

Fiz sessões de BEACOPP e ABVD e depois 20 sessões de radioterapia, em 2015 tive remissão do câncer graças a Deus. Hoje faço os acompanhamentos oncológicos.
O tempo passou desde que tudo isso aconteceu, antes eu não gostava de falar sobre o assunto, achava que eu não ia conseguir me socializar direito com as pessoas por ter tido câncer… mas eu amadureci sobre esse pensamento, existem pessoas leigas no assunto, acho interessante falar, relatar, pode até ajudar alguém.
Eu me lembro de todos detalhes como se fosse ontem e vejo que para mim, foi uma fase difícil, mas precisei passar por isso, pois me fortaleceu e me deixou mais cheia de vida, hoje eu conto a minha história sobre o câncer para todos que queiram ouvir, falo sobre minha luta e que vivo minha vida bem melhor, todo dia só tenho a agradecer, pois eu VENCI e NASCI novamente.
Espero que esse depoimento ajude as Cats que estão com medo do tratamento quimioterápico. “E se der medo, finge que tem coragem e vai com medo mesmo”. 
Se der ansiedade, finge que está tranquila e vai ansiosa mesmo. Se está cansada, finge que tá bem e vai cansada mesmo.
Se está sem paciência, respire fundo e vai assim mesmo. O importante é não parar, não parar”. Tenham muita Fé que vai ajudar a vencer essa luta”. Depois de tudo isso, filtrem o que essa fase trouxe de melhor para suas vidas e sejam felizes.

Mallú Critina de Sousa
Linfoma de Hodgkin(estagio IV)
Tratamento feito com a equipe no Hemocentro da Unicamp – Campinas/SP