História da Cat Mara Cruz

“Há exatos 02 anos recebi a pior e a melhor notícia da minha vida. A pior foi que estava com câncer de mama. A melhor foi a descoberta de uma força que jamais imaginei ter. A descoberta do câncer mudou muita coisa na minha vida. Foram 16 sessões de quimioterapia, com muito enjoo, cólica, perda do cabelo, 12 kg a menos, dúvidas, medos, expectativas, tudo isso regado a uma pandemia. A seguir veio a cirurgia, uma mastectomia radical e a dura recuperação. Movimentos restritos e dolorosos, dificuldade para dormir e uma dor estranha e difícil de explicar.

Chegou a vez da fisioterapia, doída e sofrida, mas fiz com muita tranquilidade e sem dúvidas de que tudo daria certo. Nunca imaginei que o simples fato de levantar o braço me traria tanta alegria. Assim que meu braço melhorou, parti para as 15 sessões de radioterapia. Não foi uma caminhada fácil, mas com a ajuda do meu marido e da minha família, dos amigos e de meus médicos tudo correu bem e ficou mais leve.

Ainda não sei exatamente o que vai acontecer daqui para frente, mas só tenho a agradecer o apoio e o carinho que recebi durante todo esse período. Não canso de agradecer a todos que fizeram parte dessa jornada. Meu oncologista, a equipe de enfermeiras que cuidou de mim durante toda a quimioterapia, meus dois mastologistas (dois anjos na minha vida), minha linda fisioterapeuta e minha radioterapeuta.

Lembre-se: o câncer quando diagnosticado em estágio inicial tem cura. Fique atenta. Qualquer desconfiança procure seu médico. O melhor tratamento é sempre a prevenção. Cuide-se. Ainda não estou curada, mas estou forte e bem confiante. Seria muito difícil passar por tudo isso sozinha!”

Mara Cruz