Nathy Motta – o esporte salvou a sua vida!

Nathy Motta descobriu aos 32 anos um câncer de mama em estágio avançado – grau 4, devido a um descuido médico que deixou de investigar sua queixa, um carocinho no seio.

Um mês após o diagnóstico, realizou a mastectomia bilateral para conter a evolução da doença, além de 16 sessões de quimioterapias, 25 de radioterapias e injeção para neutralização de hormônios, que segue até hoje.

Assustada por toda a situação que estava passando, buscou informações sobre outras mulheres que tivessem histórias de superação e encontrou a idealizadora do IQeB – Instituto Quimioterapia e Beleza, Flavia Flores. Começou a participar de grupos de apoio e buscava formas para superar a sua condição. “A Flavia foi minha inspiração de luta, nela vi a coragem que precisava para passar por todo o caminho até a chegada da vitória, da cura do câncer de mama”.

Em meio a tudo isso, sua filha Leticia estava prestes a completar 15 anos, e com o apoio e união da sua família conseguiu realizar a festa de seu aniversário. A partir disso, percebeu que poderia ir além.

Terminou um relacionamento abusivo em que o parceiro não entendia o momento e as mudanças em sua vida. E continuou sua jornada de se cuidar e olhar para si.

Em 2019, após uma sessão de quimioterapia, resolveu participar de uma corrida de Kart no aniversário do seu irmão, comemorado num kartódromo em Aldeia da Serra-SP. Esse esporte sempre esteve presente dentro da sua casa, seu pai foi mecânico e ainda atuou na Stockcar e seus irmãos competem também. Com apoio de toda família e mesmo com suas incertezas e enfrentando os seus fantasmas internos, resolveu despertar para a vida.

“Foi uma das corridas mais emocionantes da minha vida, pois eu não tinha nada. Foi uma explosão de adrenalina, eu sentia uma sensação de vida, de segunda chance de fazer algo diferente.”

A partir dai, começou a praticar o Kart, que tornou-se a válvula de escape para a desligar dos problemas e das limitações, pois lá estava a piloto e não a paciente oncológica. Percebeu naquele instante que aquela Nathália queria viver e fazer que outras meninas sentissem a mesma sensação que ela.

Então criou o projeto – Kart Amigas do Peito, que através do Kart, oferece a oportunidade para que outras mulheres vivam essa experiência.

Em outubro de 2021, a “Corrida de Kart Amigas do Peito”, nome que deu ao grupo, inicialmente formado por mulheres que se conheceram durante o tratamento, foi realizada com muito sucesso no Autódromo de Interlagos, com apoio do IQeB que hoje é parceiro do projeto e estampa as costas do macacão da nossa Cat.

“O Kart representa a minha superação, onde me identifico como mulher, é um lugar onde posso chegar aonde quiser, isso é muito importante na minha vida.”

E para concretizar toda esta etapa em sua nova vida, ainda em outubro, a querida Nathy celebrou a união com seu novo amor e grande companheiro Rodrigo Yamaguchi.

Pra você Cat, que quer sentir essa emoção e participar do grupo ou conhecer mais, entre em contato com a Nathy, pois já tem nova corrida programada!

Podem participar pacientes em alta, ou caso a paciente não possa participar, pode ter uma representante para correr por ela e reforçar o apoio e incentivo à luta e superação.

Parabéns Nathy, estamos juntas!!

@nathycastagna @kartamigasdopeito